quarta-feira, 4 de maio de 2011

A Festa Perene

uhúu...agora 2º Lugar no Concurso de Contos de Terror
(já deu pra perceber que todo mês tem deste concurso, né?)


A FESTA PERENE

O velho portão enferrujado e sem cor rangeu bonito quando lhe empurrei... Eu gosto do rangido, agudo, familiar. Adentrei no pátio, o gramado que havia ali era hoje território do capim, selvagem, forte e vigoroso... O rei dos jardins em abandono.
Na casa havia luz em todos os cômodos. E na semi-claridade da varanda, banhada apenas pelo luar, Vovó me fitava, séria como sempre. Eu sempre tinha a impressão de que ela queria que eu lhe trouxesse alguma coisa e frustava-se ao me ver de mãos vazias. Seu olhar era absorto.
Inclinei-me e beijei-lhe a testa com um afago nos macios cabelos brancos... O algodão dos tempos.
A festa estava pronta, sempre está quando eu chego... As meninas correram ao me ver, me puxaram pelas mãos, alisaram meu vestido, pareciam estourar de tanto sorrir e falar ao mesmo tempo. Carmem e Gisela eram faceiras e mimosas, me mostravam suas fitas novas para o cabelo que eu já conhecia tão bem...
Na mesa, um banquete de doces, fartos e requintados, bonitos e gostosos. Vários amigos ao redor dela, cumprimentaram-me felizes por poderem, enfim deliciar-se a comer. Não sei porque me esperavam, pois eu nunca comia, há tempos parei de comer guloseimas. Eu os observava com ternura, eram todos tão felizes...
À cozinha estava Filó no comando do forno e fogão... Fui até lá lhe dar um beijo e acenar para seus assistentes atarefados, num vai-e-vem de tachos e tições incandescentes.- Suba lá, minha filha. Ele gosta de ganhar um abraço teu. Disse Filó piscando-me com seu adorável olho azul... A janela de todo amor.
No segundo andar, no quarto em frente à escada, Balbino ouvia a festa e esperava por visitas. Vez em quando alguém subia para lhe contar alguma piada ou fofoca. Ele respondeu ao meu abraço e seus olhos perguntavam por novidades. As meninas, sempre juntas, entraram correndo e gargalhando, movimentavam até o ar, aquelas serelepes...

Descemos juntas para ouvir Violeta, a cantora bela e melancólica... Ela amava cantar acompanhada ao piano por um amigo austríaco, adorador dos bolinhos da Filó. As meninas dançavam alegremente, mesmo a música sendo lenta e triste. As pessoas saciadas de doces, conversavam ao redor da mesa, recontando histórias conhecidas.Violeta agora à janela, olhava a lua... A musa dos suspiros.
Todos estavam entretidos, dirigi-me à porta principal, atravessei novamente o jardim e cruzei o portão. Já sentindo saudades destes amigos, mas eu voltaria... Logo.

Não tenho lembrança alguma do que decorre além deste querido portão enferrujado e sem cor. Ele range... Bonito.

Sigo pela rua enevoada, vou embaçando-me na escuridão.Meu vestido branco dispersa-se ao luar...
Anorkinda


18 comentários:

Sereníssima-Lena Ferreira disse...

Kindinha..Que viagem! Me transportei ao recinto. Sensação boa, nada de sinistro. Muito bom, menina grande! Parabéns.Bjka!

rosemay disse...

Muito bom Anorkinda!
Viajei no suspense,tive até um pouquinho de dofinal mas como disse a Lena a sensação foi boa!

Parabéns querida.
Gosto do genero!

Anorkinda disse...

Obrigada, meninas, pelas leituras...

é sinistro, é fantasma... huhahiua

bjão!

*andorinharos@ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
*andorinharos@ disse...

Quantas vezes atravessamos esse portão, tal fosse um portal mágico revelando imagens guardadas. As melhores de nossa infancia... Entrei com voce, Kinda, caminhei ao seu lado ouvindo e reconhecendo cada personagem e detalhe que tão impecávelmente texto nos revelava. Até o ranger do velho portão, sinistro, tangendo um grito velho metálico foi agradável ouvir.
Talvez, fosse ele um portal onde aqueles que se foram, vivem em festa eternamente...

Que delícia sentir o prazer que a boa leitura nos oferece!
Mas seu fantástico conto me forneceu uma interpretação muito distante do sinistro, fantásmagorico... Me seduziu com seu gosto doce de boa saudade!

Parabéns, Kinda!

Foi um prazer de fato.
Marisa Rosa Cabral.

Anorkinda disse...

ahhh emoção imensa ler vc, seja mesmo em comentário, linda e formosa Rosa! :)

Sim, entendo da doçura do conto, sabe pq?
eu me apaixonei pelos personagens!
huhahua

bjins

Márcia Poesia de Sá disse...

É sempre gostoso demais te ler quando exageras. Eu amei minha bela...escreva mais e sempre. Beijos.

Viviane Ramos disse...

Ah! Que bonito! Nem fiquei com medo... a sensação foi boa,de retornar, atravessar o portão do tempo e estar lá outra vez, uma vez mais quem sabe... bem, eu achei perfeito, mas o que vem de ti que não e?

Beijooooooo!!

Anorkinda disse...

huaiuhuia minhas lindas... bah eu tava com saudades de todas vcs!

Marcinha, olha... a preguiça ainda me fez plar uns trechos da historia q estavam na minha cachola! ai ai

Vivi, nem vou te comentar, tu é puxaaaaaaaaa demais! :P
te amu!

Valéria disse...

Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaai que delíiiiiiiiiiiiiiica de ler!!!!

Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaamei Kindinha! Sempre gosto de seu trabalho... Mas está ficando cada vez melhor!!!!

Anorkinda disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anorkinda disse...

Hahahha elogio de mamãe não vale nada!!

mentira!
é incentivo e dos bons!

obrigada MamyVal da Kndinha!

chuaksssssss

Na' vi disse...

Como Sempre Anorkinda, esse é mais um conto belíssimo!

Esse é carregado por um aura mística que tanto me encanta, sem contar que e uma delícia lê-lo!

Parabéns pelo segundo lugar! =D

P.s.: Weslley Oliveira

Bruxinda disse...

Muito obrigada, Weslley!

Tua amizade está sendo muy preciosa pra mim! bjs!!!

Rosemarie Schossig Torres disse...

Adorei a descrição Kindinha...bom demais viajar com tuas palavras. Continue escrevendo e entretendo. Beijinho.

Anorkinda disse...

Obrigadinha, Rose! bjs e beijaços!!!!

É comigo??? disse...

Onírico e subjetivo!Uma delícia de se ler!Acho muito bom quando rola uma empatia com algum texto, e ele consegue te dizer alguma coisa, e esse seu me chamou a atenção e eu vivi por alguns instântes um fragmento desse seu mundo, parabéns!
Que bom que gostou do meu blog!Retribuo o carinho e sigo o seu tbm!Abração e uma ótima semana!

É comigo??? disse...
Este comentário foi removido pelo autor.