quarta-feira, 31 de agosto de 2011

O guri e a garota

Um conto infantil aqui... pra comemorar... porque ele foi escolhido como 1º colocado no Desafio da comunidade Conceito!

Desta vez não é terror nem fantasma.. se bem que há controvérsias...!



O guri e a garota

A garota vinha pela estradinha, cheia de sede de brincar e curtir o dia que começava com promessas de esquentar um pouquinho mais. O sol lhe chegava por entre a mata de eucaliptos que rodeava a pequena estrada.

De longe ela viu o gurizinho, pequenino, franzino... Ele se divertia aos rodopios, segurando-se nos troncos das árvores. Cada árvore um volteio e assim ele seguia adiante. Pra onde será que ele ia?

A garota deu uma corridinha, saindo da estrada e foi até ele, que não parou de rodar entre as árvores.
- Oi! O que tu tá fazendo?
- Rodando.
- Por quê?
- É divertido.
O guri tinha uma expressão maravilhosa de alegria no rosto e sorria aberto, bem aberto.


- Tu quer brincar comigo?
- Vem rodar.
- Já estou tonta só em te olhar... não vai dar. Vamos fazer outra coisa...
Ela tinha que andar para acompanhar o gurizinho, pois ele seguia adiante, dando voltas de árvore em árvore.
- Vamos bater corrida ali na estradinha?
- Não.
- Tu tá indo pra onde?
- Lugar nenhum.
- Então para um pouco e vamos conversar.

Ele parou e veio pra perto dela, juntou as mãos pra trás e esperou. Ele era tão lindinho... a garota tinha vontade de apertar-lhe as bochechas.
- Tu gostas de cantar?
- Não.
- A gente podia caminhar pela estradinha, lá tem mais sol, a gente podia ver os formatos esquisitos que as nuvens estão fazendo. Vamos?
- Não quero.
- O que tu gostas de fazer?
- Rodar.
- Por quê?
- É divertido.
- E só isso é divertido pra ti?
- É.

- Vem rodar.
A garotinha cedeu...
- Vou tentar.
Ela passou o braço numa árvore e girou. Era divertido mesmo... Seguiu pra próxima e girou... Mais uma. Outra.
- Fiquei tonta!
Seu estômago reclamou, embrulhou. O guri já ia longe, rodopiando. Ele voltou, rodopiando.
- Tudo bem?
- Sim, só precisa esta floresta parar de girar sozinha.
- Já vai passar.
- Tu não ficas tonto?
- Não.

 - Vou voltar pra estrada e brincar sozinha, mas seria mais divertido caminhar acompanhada...
O gurizinho a olhava, gentil. As mãos pra trás, tamborilando os dedos. De repente ele pergunta:
- Tu gostas de fazer mil coisas diferentes?
- Sim!
- Por quê?
- É divertido.
- Tu não fica tonta?
- Não.
- Eu não gosto de mudar de pensamento. Fico tonto.
Ele agora olhava para o chão. Mas logo, levantou a cabeça, passou o braço numa árvore e antes de voltar a girar, com o sorriso bem aberto, ele disse:
- Vai brincar no sol, amiguinha... Tu vai encontrar um montão de companhia lá.

- Tá bom.
A garota ficou olhando ele rodar até que sumiu de vista, soltando gritinhos de alegria.
Ela pegou a estradinha e seguiu correndo atrás de um casal de borboletas azuis que brilhavam reflexos do sol.


Anorkinda
.

11 comentários:

Arabela Veloso disse...

Lindoooooo!!!
Parabéns Kindim!

beijos

poesia e trovas de mim disse...

Amei muito lindooooo! beijos Felizes
Parabéns !

Rod.Arcadia disse...

o menino selelepe foi bem construido mesmo. o que fica na duvida se ele era real ou nao. hihihi.

Anorkinda disse...

hehehe Arcadia... é bem real.. só não sei de que dimensão!
bjss

Vera... retribuo os beijos felizes, querida! volte sempre!

Belinhaaaaaaa...quietinha e sempre presente né!
te amo!
chuakssss

Cerejinh@ disse...

Ameiiiiiiiii....q deliciaaaaa..posso usar com minhas turmas de 3º ano? 2011 bjks muita luz pra ti!!

Anorkinda disse...

Ai Lu!! claro que pode, desde que me dê o retorno! hehehe
se as crianças gostaram! :)

bj bj!!!

VIVIANE RAMOS disse...

Uauuuuuuuuuuuuuu!!
O guri e a garota... que bonitinho!
Lindoooooooo! Amei!!!

Anorkinda disse...

Bjs, Pequeninaaaaaaaaaaaa

Amélia de Morais disse...

Fofo, Kinda! Parabéns! Cheiros

Anorkinda disse...

Obrigda minha Diva querida! chuaks

É comigo??? disse...

A simplicidade cria as coisas mais belas!Muito,mas muito gostoso de ler!
Sinceramente fiquei maravilhado, e seu texto me imprimiu uma imagem e sentimento que com certeza serão recordados depois!
Um abração, e uma ótima...não,uma maravilhosa semana pra vc!